quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

O Sacrifício

Atenção: Contém spoilers (tanto do original quanto do remake)

220px-Wicker-man-poster

A capacidade de escolher filmes do Nicolas Cage sempre me surpreende. A impressão que eu tenho é que ele tenta fazer o máximo de filmes possíveis, se importando apenas com dinheiro continuar trabalhando. O ator tira sarro de si mesmo e não há dúvidas de que ele realmente se diverte com o que faz, acho bastante admirável isso. Mas gostar de Nicolas Cage não vai me fazer gostar ou respeitar O Sacrifício. Normalmente gosto dos filmes bizarros dele porque eles sempre me fazem rir, mas um remake de O Homem de Palha (1973) me deixa profundamente triste. O filme nem é tão ruim quanto os filmes anteriores de Cage, como O Aprendiz de Feiticeiro e Caça as Bruxas, mas não chega aos pés do primeiro.

No original, o policial Howie (Edward Woodward) viaja até uma pequena ilha para investigar o desaparecimento de uma menina do povoado local. Os habitantes parecem não querer colaborar com ele e aos poucos o policial vai desvendando uma intrigante história, da qual ele mesmo faz parte. O personagem principal precisa lutar pela própria vida e ainda manter suas crenças cristãs, que vão de encontro com o paganismo dos moradores da ilha. Para sobreviver, ele precisa pecar.

Na nova versão o policial Edward Malus é Nicolas Cage, que está traumatizado com um acidente de carro envolvendo mãe e filha. Ele recebe uma carta de uma ex-namorada (Kate Beahan), pedindo para que ele venha até seu povoado, Summersisle, para lhe ajudar a localizar sua filha Rowan. A ilha é habitada, basicamente, por mulheres e os homens são usados apenas como mão de obra e reprodução.

O Sacrifício é cheio de cenas sem sentido, como a famosa parte das abelhas (o policial tem alergia a picada de abelhas e os moradores prendem sua cabeça em uma gaiola cheia destes insetos, sem nenhum motivo para fazer isso), e também falas de efeito declamadas por Cage, sempre sussurradas ou gritadas.

cage-wicker-man-e1291157561834

O filme parece ser uma versão para dummies de O Homem de Palha, provavelmente a versão que os produtores da época preferiam ter feito. O filme de Robin Hardy foi completamente picotado antes do lançamento, sem a autorização de seu criador e várias cenas foram perdidas. Os distribuidores achavam que ele seria confuso demais para o público geral, que não estaria acostumado a ver um filme de horror extremamente alegre, colorido e ainda por cima um musical.

Infelizmente, o remake tira toda a magia do filme original ao tenta fazer uma versão “adulta” e sombria. A personagem Willow (Britt Ekland) de O Homem de Palha é a representação do pecado, da tentação.

Ela é a única chance do policial de sobreviver. Já no remake ela é apenas uma ex-namorada chorona de Cage. Está certo que ela tem uma importante função no plano das habitantes da ilha, mas este plano é tão mal elaborado e sem sentido que isso acaba não importando tanto. E é no plano que se encontra o principal defeito de O Sacrifício.jgg4wcoeo8nqoenw

Howie é escolhido por causa de sua fé e por ser puro. Já Edward Malus é pai da menina que desapareceu e, portanto, conecta-se por sangue com as habitantes da ilha. Fica claro que elas sacrificam os bebês do sexo masculino que nascem lá e que não têm medo de matar aqueles que atrapalham seus planos. Então por que Malus? Ele não possui motivo nenhum para ser o escolhido. Além disso, fica claro que o único motivo deste sacrifício é o fato de a colheita do ano anterior ter sido péssima, por isso precisam sacrificar algo maior. Mas Willow engravidou do policial muitos anos antes. Isso faz dele um sacrifício estepe? Teriam as moradoras da ilha uma espécie de poder psíquico? Ou teria o roteirista bebido de mais na noite anterior?

O Sacrifício é um insulto ao filme de Robin Hardy e também ao público. Nem mesmo assistir a este filme é um sacrifício plausível.

wicker_man

The Wicker Man (2006)
Direção: Neil LaBute
Roteiro: Anthony Shaffer, Neil LaBute
Elenco: Nicolas Cage, Ellen Burstyn, Leelee Sobieski

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...