quarta-feira, 21 de julho de 2010

Eclipse

eclipse-poster-eua1

É uma grande ironia que um livro considerado o mais fraco de sua franquia acabe se tornando a melhor versão cinematográfica. Eclipse é o terceiro filme da quadrilogia Crepúsculo, baseada nos best-sellers da americana Stephenie Meyer. Nesta terceira parte, temos a heroína Bella Swan (Kristen Stewart) e seu namorado vampiresco Edward Cullen (Robert Pattinson) enfrentando um exército de “newborn vampires” (vampiros que acabaram de ser transformados). Eles são liderados pela vampira Victoria (Bryce Dallas Howard), que quer se vingar de Edward por ele ter matado o amor da vida dela.

O filme é muito bem dirigido por David Slade (de 30 Dias de Noite, outro filme de vampiros... mas a semelhança para por ai) e adaptado pela mesma roteirista de Crepúsculo e Lua Nova, Melissa Rosenberg. Os efeitos especiais (especialmente os lobisomens) são excelentes e tudo parece muito real, até mesmo quando Edward começa a brilhar no sol... Ok.

bedb8880-7649-47d2-8e65-e4dcf0c2506e_thumb[5]

Além de ser baseado no livro já citado, o roteiro também pega elementos de um livro que Meyer escreveu especialmente para a roteirista, The Short Second Life of Bree Tanner. O livro conta a história de Bree (interpretada no filme por Jodelle Ferland), uma das vampiras recém criadas.

O único problema de Eclipse é a história enfadonha e sem sal, culpa que recai sobre os ombros de Stephenie Meyer e não do filme em si. Os personagens me dão nos nervos, as situações são implausíveis, os lobisomens estão sempre seminus (não que isso seja um problema...) e vampiros brilham no sol. Jacob Black (o lobisomem com uma pele “tão quente quanto o sol” – e tão improvável quanto um elefante anão andando de bicicleta), interpretado por Taylor Lautner, enche o saco com sua ladainha “Você me ama Bella! Você me ama!! Você se sente atraída por mim! Imprinting!!”, sendo que ela deixa muito claro que ama Edward. Se uma árvore tivesse a mesma aparência que ele, a Bella também se sentiria atraída! Xarope é a palavra correta para essa história.

taylor-lautner-shirtless-eclipse-photos_thumb[3]

E foi por isso gostei tanto do filme. Ele é excelente em termos técnicos e passa muito bem a história do livro. David Slade não queria dirigi-lo e chegou a dizer que não queria nem chegar perto da franquia. O que o convenceu ($) jamais saberemos. A única coisa que sei é que ele fez um ótimo trabalho. Conseguiu me fazer gostar de algo tedioso e sem noção, como nunca ninguém conseguiu antes.

Consigo entender porque a saga atrai tantos fãs e creio que se eu tivesse 12 ou 13 anos teria gostado muito mais. Um ponto importante de Crepúsculo (o livro) é nunca apresentarem a fisionomia de Bella, o que permite que qualquer garota que ler se identifique com a personagem e se projete nela. Não é um livro ruim, pelo contrário! Acho ele mal escrito, é verdade, mas não anula o fato de ser um ótimo livro para adolescentes e que ensina bons valores.

Não é meu tipo de livro, mas também não deveria passar em branco.

Sem título_thumb[3]

The Twilight Saga: Eclipse (2010)
Direção: David Slade
Roteiro: Melissa Rosenberg, baseado no livro de Stephenie Meyer
Elenco: Kristen Stewart, Robert Pattinson, Taylor Lautner, Bryce Dallas Howard

2 comentários:

Leticia disse...

AAAAAAAAAAH AGORA SIM uma crítica que realmente critica o que tem que criticar HAHAHA
:D

Juliano Moreira disse...

Viva minha mulher que sabe escrever de verdade!

hahaha
Muito boa aquela imagem do Keanu Reeves. Não tinha visto antes. =)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...