terça-feira, 20 de julho de 2010

A Centopéia Humana

215px-Human-Centiped-poster
Um cientista alemão maluco seqüestra pessoas para poder costurá-los uns aos outros, criando assim uma centopéia humana. Desta maneira:
 
cenepede070609_thumb[3]
A Centopéia Humana é um filme holandês de 2009, escrito e dirigido por Tom Six, que só agora (graças ao Fantaspoa) chega as telas gaúchas. O fato de o filme ser incrivelmente nojento não me abala. Acho maravilhoso quando um filme me causa ânsia de vômito – não estou sendo sarcástica –, e isso ele faz muito bem. O problema aqui é o roteiro fraquíssimo que parece ser bem mais promissor do que realmente é.
 
As atuações são tão ridículas que chegou a me lembrar aquela propaganda dos seguros Eagleman. Especialmente quando o pneu do carro das personagens principais, Lindsay (Ashley C. Williams) e Jenny (Ashlynn Yennie), fura e elas resolvem perambular no meio do mato, ao invés de ficarem na estrada. As duas acabam indo para a casa do doutor Heiter (Dieter Laser – que fez um filme chamado Suck My Dick), um cirurgião que trabalhava separando gêmeos siameses e que agora é um doido de pedra. Dois terços das coisas que Heiter dizia eu não entendia e ele era tão dramático que me admiro que não esteja na novela das oito. Apesar disso, a atuação dele é a melhor coisa do filme. Irônico.
 
O filme é tão ruim, que Roger Ebert (crítico renomado de cinema) decidiu não dar nenhuma estrela, dizendo que ele “é o que é e vive em um mundo onde as estrelas não brilham". Segundo o site IMDb, a idéia para o roteiro surgiu de uma piada entre Tom Six e seus amigos (isso parece nome de desenho... Tom Six e Seus Amigos, onde seis criaturinhas mágicas ganham a vida destruindo o cinema) sobre pedófilos, que deveriam ter suas bocas “costuradas na bunda de um caminhoneiro gordo”.
 
Pois bem. Outro dia fiz uma piada com uma amiga sobre um cara que não gosto tendo filhos com a namorada de outro cara que não gosto (não gosto de muita gente), e o filho deles sendo uma pústula gigante que come gente. Escreverei o roteiro, contratarei as atrizes do Eagleman e algum ator que fale para dentro e voilà! Ai está meu filme.
 
A Pústula

A Centopéia Humana é um filme péssimo e, nas palavras de Roger Ebert, “I hate it! I hate it! I hate it!”
 
The.Human.Centipede.2009.BRRip.XviD.Feel-Free.avi_snapshot_01.07.42_[2010.09.25_21.45.25]
 
The Human Centipede: First Sequence (2009)
Direção: Tom Six
Roteiro: Tom Six
Elenco: Dieter Laser, Ashley C. Williams, Ashlynn Yennie, Akihiro Kitamura

11 comentários:

Juliano Moreira disse...

Ai, ai! Pode ter sido uma grande merda (na boca. sem escolha). Mas rendeu risada, pelo menos. E agora podemos esperar mais 11 continuações. =D

Pri Zorzi disse...

Mas a Pústula só queria ser amada ó_ò

Thiago disse...

Mas não é só o professor que é irônico, o filme todo é. O lance das gurias no carro é claramente uma forma de ridicularizar o gênero, aliás, o diálogo do cara que fica fazendo lambidinha pra elas deixa isso tri claro. O Tom Six queria pegar duas mulas, implantar toda aquela sensualidade quase que vulgar que as gurias carregam nos filmes de terror do gênero, fazer as imbecis tomarem todas as atitudes mais imbecis possíveis (todo esse lance de descer do carro, caminhar na floresta e etc), e depois faze-las comerem merda! Tanto é que a possível tensão (sei que tu não sentiu) do filme não é ligada por qualquer apreço aos personagem, mas simplesmente pela bizarrice da experiência.

Não é um filme sensacional, mas é bem divertido, principalmente como uma piada ao gênero.

E quanto ao lance do surgimento da idéia, bom, quase tudo surge assim. E pra focar em um exemplo, o King. Ele já falou que a maioria das suas história surgem do estimulo mais banal possível, como por exemplo uma mancha na cortina "bah, isso poderia ser vestigios de merda de uma barata mutante. hei..." e assim começa. Dificilmente uma história já surge quase pronta na cabeça, normalmente é por um elemento impactante ou por um pequeno fragmento dela.

Thiago disse...

ok, agora que vi que tu não chamou o Dr. de irônico, tinha um ponto ali que eu não vi. mas enfim, de qualquer forma acho que seria uma boa descrição. =P

Paloma disse...

Eu sei que é para ser uma piada... Filmes como Rocky Horror, Kick-Ass, À Prova de Morte e Planeta Terror, entre outros, também são feitas para tirar sarro de algo... E gosto de todos eles. O problema de Centopéia é que é um saco. Não chega nem a ser engraçado. Eu só queria que ele terminasse de uma vez, para eu poder seguir minha vida.

E olha que eu assisti O Massacre da Serra Elétrica - O Retorno, que é um dos piores filmes já feito, umas 40 vezes...

Quanto a maneira como a história foi criada... Óbvio que processo criativo não se discute... Mas existe uma diferença entre os livros do King e esse filme: os livros dele são bons, especialmente os mais irônicos e ele nunca inventou de fazer 12 livros sobre O MESMO ASSUNTO =P (é como se Dark Tower fosse sobre um cara caminhando... Só isso. Ele não faz nada, só caminha)

"Tanto é que a possível tensão (sei que tu não sentiu) do filme..." Errr... Como tu sabe que não senti tensão? Claro que senti... Nossa... O filme é uma bosta (às vezes literalmente), mas não significa que não seja tenso.

Mas é tudo uma questão de gosto.

E a Pústula é o Cujo!!!!!!!!!!! Só que menos peludo e mais gosmento.

Thiago disse...

Aí que ta, eu também não chego a dizer que a Centopéia é engraçado, no começo sim, mas depois quando o experimento começa a ganhar corpo ele começa a ser mais angustiante. comigo funcionou. :B E esses filmes aí (pelo menos Death Proof e Planet Terror, o outro não vi) eu considero muito mais homenagens cômicas do que sátira, pq eles mostram com respeito os elementos do gênero, aqui não, é no sentido de avacalhar, de apontar o dedo nos defeitos. E a forma que usou eu achei bacana, mas totalmente questão de gosto mesmo. =]

e sobre o lance do mesmo assunto, tu ta dizendo isso pq o diretor já anunciou a continuação? te digo uma coisa, estúdio é uma merda por isso. se tu faz algo com relativo sucesso (como a centopéia teve, até pela curiosidade da idéia), eles já tem umas letrinhas miúdas no contrato que diz "se deu grana que se faça mais". a maioria dos diretores ficam presos, são obrigados a obedecer. o king como é um cara muito foda já escapou disso pq editora nenhuma controla ele, mas pra quem ta começando é assim. =P mas o que eu quis dizer é apenas que não vejo problema na forma que a idéia surgiu, na verdade acho que a maioria dos filmes, roteiros, livros, etc, surgem de forma bem semelhante. daí se é bom ou não nem to discutindo, vai de cada um.

Paloma disse...

Eu tinha escrito um comentário enorme e travou o pc e eu não consegui enviar =P

Vou resumir. Eu tinha dito que o diretor queria fazer uma trilogia. Ai eu li uma entrevista com uma das atrizes dizendo que o próximo filme (que já está sendo feito) vai ser a mesma história do primeiro, só que mais aprofundada. E eu tenho esperança de que apareça o cachorro dos três cus. E nessa entrevista ela diz que o Six quer fazer mais 12 filmes. =P E isso me deixa com medo.

E eu também disse que o melhor processo criativo ever é o da diretora de Cold Souls, que escreveu o roteiro do filme depois que sonhou que o Woody Allen estava chateado porque descobriu que a alma dele tinha o formato de um grão de bico.

Thiago disse...

Espero que no próximo estejam 25 pessoas ligadas, pra realmente fazer juz ao animal. :B E mais legal do que o cachorro com 3 cus, seria se ele fizesse um samba do crioulo doido, ligando cachorro, gente, cavalo, porco etc... :B ou talvez não, enfim.

Paloma disse...

Hahahahahha Seria muito tri!

Eu falei ontem pro Juliano, tomara que chamem a Meryl Streep para ser a parte do meio! Acho que ela adicionaria muito ao filme hahahaha 8-)

Pedro Henrique disse...

Você vomitou ou não?

A atuação do Dieter Laser como o doente cirurgião é fantástica!

Paloma disse...

Olha... As únicas coisas que me fazem vomitar: meu ex namorado e sushi estragado (rimou). E achei a atuação dele muito boa! Eu não entendia nada que ele falava (vi sem legenda =P), mas tri mesmo assim.

Ultra dramático.

:-D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...