segunda-feira, 3 de maio de 2010

Modelos Pedagógicos

Fiz este texto para a aula de Educomunicação e achei interessante publica-lo aqui. Tirei nota máxima e fui a única que fez um texto de hipermídia para o trabalho (que era a proposta inicial da professora). O objetivo do trabalho era explicar cada um dos modelos pedagógicos e dar exemplos. Tentei dar exemplos diferentes e, às vezes, inusitados.

Pedagogia diretiva: é o modelo educacional comum. O professor como “rei supremo” da sala de aula, comanda seus súditos (os alunos), que devem seguir suas regras ou são castigados. O método de ensino é simples: o professor fala, os alunos escutam. O aluno tem uma função insignificante dentro do seu meio educacional, cabendo a ele apenas memorizar informações, sem realmente aprendê-las. Neste método, o aluno é passivo.
 
Exemplos de pedagogia diretiva:

- A palmatória era um instrumento utilizado para castigar alunos desobedientes, golpeando a mão daqueles que não seguiam as regras. Este tipo de castigo foi abolido e é considerado crime.


- A música Estudo Errado, de Gabriel, o Pensador, é uma crítica ao modelo atual de educação. Na letra ele diz "Eu tô aqui Pra quê? Será que é pra aprender? Ou será que é pra sentar, me acomodar e obedecer?"
- No filme Curtindo a Vida Adoidado (1986), de John Hughes, temos uma representação cômica das salas de aula, onde um professor desinteressante tenta “enfiar” informações na cabeça de estudantes entediados.


Pedagogia não-diretiva: neste modelo o professor age como um guia ao invés de um chefe. O aluno já traz seu próprio conhecimento para a sala de aula e o professor apenas o ajuda a pensar e elaborar mais suas ideias, interferindo o mínimo possível. A educação é centrada no estudante. Seu principal objetivo é promover o autoconhecimento e a realização pessoal. A ideia central é explorar o conhecimento.
 
Exemplos de pedagogia não-diretiva:
 
- A escola Summerhill, localizada na Inglaterra, tem como principio básico o envolvimento dos alunos em sua própria educação. Os estudantes podem escolher se querem ou não ir a aula, sem serem castigados em caso de ausência (no modelo diretivo, quando um aluno falta pode não passar de ano). Além disso, eles podem participar de assembleias para discutir as normas da escola.


- A Távola Redonda pode muito bem ser usada como exemplo deste tipo de pedagogia. Apesar de não ser uma escola, os princípios básicos são os mesmos: o rei (professor) permite que seus cavaleiros (alunos) tenham liberdade e todos são tratados como iguais.

- No filme A Sociedade dos Poetas Mortos (1989), de Peter Weir, o novo professor da escola (Robin Williams) possui um método diferente de ensinar, cativando os alunos e lhes dando as ferramentas para aprenderem a pensar por si mesmos.


Pedagogia relacional: o professor, usando exemplos trazidos para a sala de aula (como filmes, revistas, situações vividas por ele, etc.), incentiva seus alunos a raciocinarem. Assemelha-se ao método não-diretivo, mas aqui o aluno não tem total liberdade sobre o que lhe é ensinado. É baseado em uma relação aluno-professor, onde ambos podem acrescentar algo para o outro. As sensações como fonte de conhecimento.

Exemplos de pedagogia relacional:

- Em Escola do Rock (2003), dirigido por Richard Linklater, o “professor” Jack Black entrega aos seus alunos CDs de bandas de rock famosas, para que eles reflitam sobre o poder do rock e se espelhem na hora de colocar em prática as coisas aprendidas em aula. Apesar das intenções dele não serem nobres – ele finge ser um professor para ganhar dinheiro e usa os alunos para formar uma banda e ganhar um concurso – seus métodos acabam sendo mais eficientes do que os de professores comuns, ajudando muito mais os alunos.


- Mary e Max é um filme em stop-motion de 2009. Nele, os personagens principais desenvolvem um relacionamento de aprendizagem mútuo, onde cada um ajuda o outro a pensar através de estímulos psicológicos. Max sofre de síndrome de Asperger e não consegue se relacionar com outros. Mary o incentiva a pensar e agir, através de indagações sobre a vida, como “o que é amar?”. Mary, que tem apenas oito anos, age como uma professora para Max, de 44 anos.


- No jogo de tabuleiro Detetive, é apresentado para os jogadores um enigma: quem matou o Senhor Pessoa, com que arma e onde? Cada jogador recebe uma série de cartas com alguns dos suspeitos, armas e cômodos de uma casa. Com estes fragmentos, o jogador deve pensar sobre o que foi apresentado até chegar alguma conclusão. É claro que, sozinho ele jamais conseguiria, por isso ele e seus companheiros de jogo trocam cartas entre si, para juntos tentarem chegar ao final. Este é um ótimo exemplo de pedagogia relacional. Os jogadores recebem uma informação e podem trocar ideias entre si, mas no fim precisam pensar por eles mesmos para chegar a algum resultado final. Todos aprendem uns com os outros para poder concluir a tarefa.


Não existe um método ideal de educação, cada indivíduo aprende melhor com o qual mais se identifica. Mas fica claro que nossa sociedade evoluiu demais para o tipo de ensino tradicional (direcional), que é tão antiquado quanto ajoelhar no milho. Os alunos não aprendem sobre pressão e muito menos quando precisam decorar dados desinteressantes. Os professores deveriam estimular mais as crianças a pensar ao invés de aterroriza-los.

Ainda existe muito preconceito quando se trata de educação e as crianças geralmente são desmotivadas quando tentam usar raciocínio lógico ou quando expressam paixão por algo em específico, como se especialização fosse algo ruim. Se a criança gosta de matemática, mas odeia história, então que ela seja motivada a estudar matemática!

Como diria Confúcio "Eu não procuro saber as respostas, procuro compreender as perguntas”. Esta deveria ser a base do ensino.

3 comentários:

Elisângela Ribas disse...

o trabalho ficou muito legal, adorei mesmo!!
parabéns.

Elis Ribas disse...

Olá Paloma, eu já havia comentado que tinha adorado o teu trabalho,
mas agora precisei voltar às avaliações e não poderia deixar de comentar novamente.
Ficou excelente! As produções e as relações com os filmes são excelentes. Vou guardar teu endereço do blog para apresentar a outras turmas. Sucesso!!! Ahhh o blog é show.
abraço, 8-) 8-) 8-) :-D :-D :-D

Anônimo disse...

Olá interessante este blogue parece bem organizado.........bom estilo:)
Muito agradável faz mais posts assim !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...