quinta-feira, 13 de maio de 2010

Homem de Ferro 2

Iron-Man-2-Poster-2
 
Filmes de super-heróis sempre me agradam. Homem de Ferro, infelizmente, é uma exceção. No primeiro filme, vemos Tony Stark (Robert Downey Jr.) se transformando em Homem de Ferro e lutando contra um vilão sem propósito, cuja única maldade verdadeira é estragar o roteiro. Ironicamente, na continuação a única coisa que presta é o vilão, interpretado por Mickey Rourke. Ao contrário de seu predecessor, Rourke é carismático e tem um propósito: se vingar da família Stark pelo que fizeram com seu pai.
 
O filme traz vários personagens clássicos da Marvel, como Nick Fury e Viúva Negra, mas não sabe como lidar com isso. Natalia Romanova, a espiã Viúva Negra, ganhou o rosto (e corpo avantajado) de Scarlett Johansson, mas perdeu por completo toda a sua personalidade. Ela passou de super-espiã soviética inimiga do Homem de Ferro para secretária, e sua única cena de ação não tem nenhum sentido.
 
Já o Coronel Fury, se perdeu na pele de Samuel L. Jackson e está mais para Nigga Fury do que para agente de elite da S.H.I.E.L.D ("Supreme Headquarters International Espionage Law-Enforcement Division"). Não, não é discriminação por ele ser negro... É discriminação por ele ser o Samuel L. Jackson. Não consigo me desprender da imagem “fuck you, fucking motherfucker” dele.

(Por sinal... Vocês sabiam que o “L.” é de fucking Leroy?)
 
Acho o Samuel L. Jackson o máximo, mas não para esse tipo de papel, que requer mais seriedade. Já o próprio Homem de Ferro resolveu adotar uma atitude goofy (“pateta”) e bêbada, agindo mais como uma celebridade do que um super-herói (não muito diferente do próprio Downey Jr.). O roteirista (Justin Theroux, que atuou em Cidade dos Sonhos) se preocupou tanto em divertir seu público que acabou esquecendo que isso era para ser um  filme, não uma sitcom americana. E o vilão, apesar de ser o ponto forte do filme, quase não aparece!
 
O filme não traz nenhuma grande melhoria em relação ao primeiro, talvez com exceção de Sam Rockwell como o concorrente da empresa Stark. Terrence Howard, que interpretava o melhor amigo de Tony, foi substituído por Don Cheadle. Pena que não fizeram o mesmo com Gwyneth Paltrow, que continua achando que é atriz.
 
Homem de Ferro 2 é um filme fraco, sem noção e chato que, assim como seu protagonista, deveria aprender a se portar em público.
 
iron-man-2
 
Iron Man 2 (2010)
Direção: Jon Favreau
Roteiro: Justin Theroux
Elenco: Robert Downey Jr., Don Cheadle, Scarlett Johansson, Gwyneth Paltrow, Sam Rockwell, Mickey Rourke, Samuel L. Jackson

12 comentários:

Paloma disse...

O video ainda não tinha sido processado até a hora que postei o texto... Umas 6h depois que eu coloquei ele no Youtube... É... O Youtube está cada vez melhor.

Pri Zorzi disse...

Nossa, eu realmente gostei do filme! Acho que ninguém espera altas reflexões e lições de vida quando vê filmes de super-heróis, então o simples fato de o filme ser divertido e bem feito me agrada.

A única coisa que me incomodou foi que o filme levantou um monte de questões, tipo a doença dele, e no final resolveu tudo meio às pressas. Mas, como resultado final, me agradou muito. Achei um dos filmes de heróis mais divertidos que tem por aí.

Realmente não engoli o Samuel F. Jackson como Nick Fury, por que sempre me acostumei com o Fury... bem, branco. E com cabelo. Seria como botar a Gwyneth Paltrow pra fazer a Viúva Negra! Por sinal, conheço pouco da personagem, mas ela fica parecendo mais "aliada" do Homem de Ferro do que inimiga.

Acho que o Stark está um personagem divertido! Num certo momento, ele começa a ficar irritante, tipo naquela cena em que ele fica bêbado vestido de Homem de Ferro. Aí começa a ficar excessivo. Mas depois isso muda, eu acho, e ele volta a ficar divertido.

Sei lá, meu saldo positivo foi de que o filme foi muito bom. Mas o Mickey Rourke podia ter aparecido mais, mesmo!

Lauci Lemes disse...

Cara Paloma, algumas considerações: Este filme é baseado nas HQ's da Marvel Mileniun, ou seja, onde o universo Marvel é todo recriado, tanto é que lá, Os Vingadores são chamados de Os Supremos, que o Estudio decidiu não usar esse nome, para atrair tanto os fãns novos como os antigos. Dito isto comecemos por Nick Fury, na HQ (Supremos) ele é desenhado com o rosto e a atitude de Quem?... Samuel L. Jackson!!! E há até uma brincadeira dos personagens na HQ, quando discutem, quem interpretariam eles em um filme, não preciso nem dizer quem o Nick fala, né?!
Quanto a Viuva Negra, sua "vilãnice" contra o Sr. Stark, (que só existiu no Universo não Mileniun) foi passageira e nada marcante, é mais conhecida por ter sido amante do Demolidor (não o Stalone, mas o personagem horrivelmente interpretado por Bem Afleck). Quanto ao Stark, esse sim esta bem representado, tanto do Universo tradicional quanto o do Mileniun, é isso mesmo, "ele" é assim!!! Ele é um cara mimado, prepotente, alcolatra (1º personagem a ter esse problema escancarado em uma HQ), gênio e um leve "autruismo". rs
Para concluir, deixo minha opnião quanto a criticas (em geral). Vejo que as vezes a opnião pessoal fica muito escancarada, e se esquecem de se ter uma analise mas ampla e imparcial, não que os criticos não devam expor suas impressões pessoais, mas não se esquecer que respeitar uma obra e seu publico é tão importante quanto, ter que se fazer uma obra de "arte", e isto não é "crime", o contrário é.
E um pouquinho de pesquisa não faz mal pra ninguém.
P.S. Gosto do texto, continue na tua caminhada, espero ter contribuido para o teu sucesso, que a meu ver, se concretizará. abraços.

Paloma disse...

Bom dia Lauci!

Críticas são sempre bem vindas. Eu realmente achei o filme chatos e as piadas sem graça, mas fiquei feliz em saber que eles não estragaram tanto a história quanto eu achava.

Eu nunca li as HQs, mas fiz uma pesquisa breve sobre o assunto. Sempre fui mais fã de X-Men do que das outras histórias. Mesmo que a Viúva Negra tenha outra abordagem diferente das que eu li quando adolescente, ainda assim achei a personagem fraca.

E sim, eu sei que o Homem de Ferro tem esse problemas, só que o filme se foca apenas nisso. O vilão passa o filme todo preparando a armadura para lutar contra ele e fica na tela por 5 segundos!

O filme poderia ser muito melhor. Talvez não em matéria de adaptação, mas em matéria de cinema mesmo.

Paloma disse...

"filme chatos"... Português indo pro lixo... :-P

Juliano Moreira disse...

Pois é. É impossível um filme agradar a todos.
Como adaptação não tenho muito o que dizer, já que só conheço o personagem por video game.
Mas como filme ele faz o que se propõe: ação e diversão, sem profundidade. Apenas entretenimento.

:-$ E rendeu!

Leticia disse...

Concordo com a Zorzi, adorei DEMAIS esse filme! :)

Leticia disse...

Ah, esqueci de comentar que concordo com a parte de que a cena de luta dura bem pouco. Isso é meio chato pra quem se importa com clímax, mas como eu SEMPRE fico nervosa e louca pra que acabe de uma vez pra mim é ÓTIMO. HAHAHAHAHAHA!!!

Lauci Lemes disse...

Paloma, sem querer ser chato, mas ja sendo, o nome do filme é Homem de Ferro e não Chicote Negro (que é o nome do vilão nos quadrinhos) e se não notou, o filme é a busca de sentido que o Stark vai dar para a Armadura e sua Vida, visto que ele nunca "conheceu" o pai de verdade, mas acaba fazendo esta "conexão tecnológica", como se fosse a unica linguagem em que poderiam conversar. Isto não é MASSA?! Pra mim é!
Falar de contratos milionários de Armamento Bélico e mostrar o circo que é. É comédia de sitcom?
Admitir que achar isso ou aquilo, por puro gosto pessoal, não é nehum mal. Não gosto de Magnólia e nem de As horas, mas sei o grande mérito que os filmes tem. É nesse sentido que falo quando digo que a critica assume o pessoal, sem ver o "todo".
O filme é bobo? é. De Super-Herói? é. É bom? bem... ai deixo pro espectador. rs.
Postei apenas para contribuir, não é perseguição. rs. Abraço

Paloma disse...

Tudo bem, Lauci. Prefiro ter um leitor que reclama do que não ter nenhum! Hahahahahahaha

Óbvio que o filme tem seus méritos, todos têm. E é impossível escrever uma crítica sem colocar a opinião pessoal. Uma coisa que eu tenho em mente é que sempre tem alguém para gostar e alguém para odiar um filme, ninguém é igual.

Pinu disse...

Eu sempre chego atrasada pros comentários...

Bom, eu gostei do filme. Acho que para um filme de superherói ele está divertido, bem feito e a história é boa. Se comparar com a última adaptação de quadrinhos que vi no cinema (Wolverine alooou), este acertou em cheio.

Acho que todos os defeitos defeitos do Tony Stark fazem dele um héroi mais interessante, afinal de contas, faz sentido, ele é humano, e humanos são escrotos. Concordo, que a cena dele bêbado com a armadura foi um pouco demais, mas o quebra-pau que se seguiu disto foi legal, e é pra isso que eu assisto filmes de superheróis: nada melhor para justificar violência gratuita do que dois caras em armaduras cibernéticas.

vanessa blunck disse...

Ele encheu a cara na festa, só porque achava que ia morrer, gente... Isso, qualquer um faria! O filme é muuuuito bom, Downey é uma mega ator, Rockwell brilha demais <3 Favreau, sempre escelente! São os melhores...
Todo o elenco alcança as metas propostas e o filme é perfeito em comédia, ação e efeitos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...