terça-feira, 27 de abril de 2010

Tudo Pode Dar Certo

TUDO PODE DAR CERTO - WHATEVER WORKS - 2009 - DIREÇÃO WOODY ALLEN
 
Woody Allen é a personificação de Nova York: o diretor de 74 anos dedicou boa parte de sua carreira filmando na Big Apple. Entre seus filmes mais famosos estão clássicos Noivo Neurótico, Noiva Nervosa (1977), Manhattan (1979) e Rosa Púrpura do Cairo (1985). A partir de 2005, o diretor gravou uma série de filmes fora de sua cidade natal: Match Point (2005), Scoop (2006) e O Sonho de Cassandra (2007), rodados na Inglaterra, e Vicky Cristina Barcelona (2009), rodado na Espanha. Allen parou de dar preferência para sua terra por motivos financeiros. Basicamente, ele grava onde pagam para ele gravar.
 
Em seu novo longa, Tudo Pode Dar Certo, Allen volta à origem nova-iorquina contando a história de Boris (Larry David, um dos co-criadores de Seinfeld), um velho rabugento que tem sua vida mudada quando conhece Melody (Evan Rachel Wood), uma garota ingênua que veio do Mississippi. Boris, assim como personagens mais antigos de Allen, faz um retrato bem humorado do próprio diretor: pessimista, inteligente e extremamente consciente.
 
O roteiro foi escrito por Allen nos anos 70 e deveria ser estrelado por Zero Mostel (de Primavera para Hitler). Com a morte do comediante, o projeto foi deixado de lado por mais de 30 anos. Não posso dizer que a versão dos anos 70 poderia ser melhor, mas o resultado foi magnífico. Larry David está engraçadíssimo, mostrando que Allen estava certo em dar o papel a ele (ao invés de interpretar a personagem principal, como já fez em filmes anteriores).
 
O filme é inteligente, sarcástico e sabe brincar com clichês básicos do cinema. Boris diz ter uma “visão do todo” e afirma para os outros personagens que estão todos sendo observados por uma platéia de voyeurs sem nada melhor para fazer. Assim, ele tira sarro de nós, espectadores, que estamos ali observando sua vida tediosa e patética. Ele praticamente molda o cérebro de Melody, que cresce tanto que quase rouba a cena de seu tutor.
 
O título em português falha ao tentar traduzir o original, que é o fundamento base do filme: Whatever Works (algo como “qualquer coisa que funcione”). Tudo Pode Dar Certo é um filme que passa uma mensagem otimista através do pessimismo de seu personagem. Afinal (citando Noivo Neurótico, Noiva Nervosa) a vida é cheia de solidão, miséria, sofrimento e infelicidade, mas acaba muito rápido. Então temos que fazer algo para que possamos aproveitar... Qualquer coisa que funcione.
 
 
Whatever Works (2009)
Direção: Woody Allen
Roteiro: Woody Allen
Elenco: Larry David, Evan Rachel Wood, Patricia Clarkson, Ed Begley Jr.

Um comentário:

Leticia disse...

Vamos ver?? Sei que tô te devendo um cinema, mas fora Iron Man 2, esse é um dos poucos em cartaz que posso ver com outras pessoas sem a minha irmã chiar (já que estreou o filme novo do Hugh Grant, e a gente provavelmente vai levar a mãe pra ver)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...