terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

A Última Noite

2006_prairie_home_companion_poster
 
Que filme maravilhoso! Ri de tal maneira que tive que parar o filme diversas vezes para poder respirar, tomar água, ir no banheiro e deixar meu coração voltar a bater normalmente. Quando ele estreou no cinema não quis ir ver. Um filme sobre música country com a Lindsay Lohan? Não, obrigada. Mas eu precisava alimentar minha Meryl Madness e assim como algumas pessoas são viciadas em crack, outras em álcool, outras em chocolate, outras em sexo... Eu sou viciada em Meryl Streep.

O filme de 2006 foi o último do diretor Robert Altman (Prêt-à-Porter e Short Cuts), que faleceu em novembro daquele ano, de leucemia. O filme pode ser considerado, então, como uma despedida. E despedida é exatamente o tema central da história.

É a última vez que o programa de rádio ao vivo A Prairie Home Companion irá ao ar. O teatro usado para as transmições foi vendido e logo será transformado em um estacionamento e o clima de melancolia e nostalgia invade os bastidores do programa, enquanto a equipe se despede. Mas o filme não é nada depressivo. Muito pelo contrário! As tiradas cômicas estão presentes em todas as cenas, animando o ambiente (e o humor do espectador).

Como sempre Meryl rouba a cena. Ela interpreta Yolanda, uma das cantoras do programa, que canta desde os 10 anos junto com sua irmã Rhonda (Lily Tomlin). As duas protagonizam as cenas mais cômicas do filme. Só que desta vez Meryl tem um parceiro a altura: Kevin Kline. Eu sempre amei ele! É um grande ator e ele consegue preencher direitinho o vazio que me invade quando Meryl não está em cena. A atuação dos dois é tão natural que, por um instante, eles param de existir e só existissem as personagens... Não sei se consegui me expressar direito.

E meu Deus, o que são a fotografia e a direção de arte deste filme?? Ele é tão... Estéticamente lindo! Sem falar na trilha sonora que mais parece um personagem invisível. Me arrependo de não ter ido ver este filme no cinema. Ele é excelente! Mas talvez tenha sido melhor assim. Acho que se eu tivesse assistido a cena da fita adesiva e do orangotango com a serra elétrica sem poder parar para me recuperar eu teria morrido de tanto rir.

Então recomendo o filme para todos os meus leitores. Deixem de lado o preconceito. Afinal de contas, música country é ok e a Lindsay Lohan, como disse a própria Meryl, não é tão ruim assim.


A Prairie Home Companion (2006)
Direção: Robert Altman
Roteiro: Garrison Keillor, baseado numa história real
Elenco: Meryl Streep, Kevin Kline, Woody Harrelson, Tommy Lee Jones, Lindsay Lohan, Virginia Madsen, John C. Reilly, Maya Rudolph, Lily Tomlin

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...